Votar neste projeto

Ingrid Ariel Silva Alves  |  Fortaleza, CE

Subverter

Viver não é algo concreto. Não concordo com a construção que tentam impor, a humanidade não cabe em muros ou fronteiras, barreiras físicas ou invisíveis que nos reprimem diariamente. Nos construimos através das misturas, todos elementos se difundem, somos o átomo, a terra, o outro, somos tudo. Viver é experimento, uma eterna fronteira a ser quebrada.. Os muros nos privam de uma realidade que está alí e precisa ser vista, um limite estabelecido do que podemos ser. Como mulher, brasileira, LGBTQI+ e estudante de universidade pública, as fronteiras são algo que convivo todos os dias, através da minha fotografia quero subverter a toda essas construções que foram feitas, a todos os muros levantados, a todos os quadrados que a sociedade nos quer encaixar, a quem vive na margem, quero fugir de rótulos, quero mostrar a juventude, a resistência, mostrar que nossos corpos são livres, sem limites, são corpos potentes e por isso venho com esse projeto no intuito de descortinar a realidade para além de qualquer barreira e de ressignificar a nossa existência, mostrar que independente das fronteiras sociais nós estamos lá para romper, porque existir é um ato político.