Votar neste projeto

Laura da Matta   |  Nova Friburgo , RJ

ANACRÔNICA

Quem de nós poderia saber os limites entre tempo e espaço - o olhar vaga pela incerteza crepuscular... Quando encontra o tempo certo o fotógrafo o materializa. As cenas cativas nos revelam as luzes que as libertam de tempo e espaço para se tornarem sempre um universo inteiro presente. É dessas luzes mutáveis que surge este trabalho, que reúne um acervo de dez anos de fotografia (1991-2001) buscando sempre o espaço preciso onde outros olhos também vejam o que estará ali para sempre. Todas as fotografias foram realizadas com uma Nikon F2 que acompanhanhou-me pela vida, pelas cidades, pelos campos, enquanto o mundo ultrapassava a fronteira do digital, eu agora cruzo a minha, com o mesmo olhar.