Rômulo Henrique Santana   |  São Paulo, SP

Reflexões e inflexões da cidade

Esse projeto surge das minhas observações da cidade e de seus espaços públicos, de como ele são ocupados, ainda que apenas por um instante, seja por um transeunte, seja por um sem teto, ou pelas milhares de pessoas que cruzam a metrópole atrás de seus sonhos e de sua sobrevivência, com uma realidade muitas vezes tão dura quanto o concreto permanente, mas que acaba sendo suavizada pelos seus reflexos. Faz parte também dessa grande urbe a multiplicidade, com cores e contrastes, que são muitos, inclusive os sociais. Também faz parte a sua beleza no meio do caos, que é refletida por meio da arquitetura e pela maneira como as pessoas vivem São Paulo.