Mica Novaes  |  Recife, PE

TRANSPOR

Projeto Transpor O mundo material é uma grande ilusão, o que estamos vivendo é um caminho estreito, onde o incomodo passou nos habitar, no deixando em estado marmorizado. O tempo partido, suspenso, a realidade negada. O Véu caiu mostrando a verdade paralela. Gerando ruptura, impulsionando, o despertar, e a necessidade de nos manter em movimento. Transpor as fronteiras das relações humanas e com o próprio corpo, penetrando em cada quina e ultrapassando as barreiras que nos paralisa e torna esculturas petrificadas, diante da realidade do outro e de si mesmo. A câmera fotográfica como suporte de linguagem retrata o visível, possui o controle do quadro, causa um certo conforto diante da incerteza, enquanto escapa o subjetivo que vasa além das bordas diante da materialização ganha liquidez, atravessa as paredes do corpo confrontando as percepções e sensações definidas como limite do corpo. Percebendo o mundo a partir de si mesmo, como instrumento de diálogo, território e corporeidade.