Luize Suzana dos Santos Ribas  |  Florianópolis, SC

Tempo suspenso, reflexos partidos

Se perder e se encontrar dentro de nós mesmos, nos reconhecer na dor do outro, partilhar um tempo que não é nem passado, nem presente ou futuro. Como fixar algo tão fugidio como a lembrança do que se foi, sem nem mesmo ter acontecido? "Tempo suspenso, reflexos partidos" é sobre a fragilidade da vida em meio ao caos da pandemia, e sobre a tentativa de ressignificar quem somos - e não somos - na ausência do outro.