gustavo salamie  |  Imbituba, PR

Mantra

Meu projeto é sobre como posso encontrar no outro a energia para superar situações adversas. As fotografias são o resultado de vários encontros ao longo de duas semanas entre um grupo de hare krisnha e eu, nos quais, por meio de longas conversas, abordamos questões como o desenraizamento, o exílio e a superação dos conflitos que entram em nossas vidas. Nas fotos há 3 pessoas, duas delas venezuelanas que migraram para o Equador em busca de uma melhor qualidade de vida e enfrentaram algumas dificuldades buscaram refúgio em uma comunidade Hare Krisnha, a terceira é uma portuguesa praticante que estava no templo e ele foi um guia fundamental para os irmãos venezuelanos. Nos encontros conversávamos sobre como nos víamos e eles me mostravam o amor que haviam desenvolvido um pelo outro, com atitudes afetuosas, olhares, carícias, abraços ... algo raro de se ver no espectro heterossexual