Guilherme Mário da Silva  |  Belo Horizonte, MG

Quaren(temos)

Tempos sombrios, olhares sem rumo. Aquela sensação de não entender as coisas ou de difícil percepção, proporciona em nossa mente um certo bloqueio. Bloqueio esse que nos prende em uma caixa preta e exclui todos os pontos de luz que nos levam para uma direção. E, em meio ao caos em que estamos vivendo, há momentos em que nos sentimos sozinhos, tristes, vazio, como se estivéssemos de alguma forma morrendo aos poucos, o que de fato é verdade. Ressaltar a beleza que que nos pertence em meio a tanta tragédia que o mundo está enfrentando é algo que está se tornando desafiador, mas mesmo assim, uma parte em nós que continuar. A série Quaren(temos) retrata os sentimentos mais profundos que possamos ter durante todo esse processo de adaptação e aceitação, onde essa forma de expressão acaba sendo a única maneira de poder viver longe da morte até a chegada da tão esperada cura.