Renato Miller Fioreze   |  Rio de Janeiro, RJ

Refletir

As fotos propõe um conceito expandido de reflexo, mesclando subjetividade e matéria. Retratam assim, tanto a luz refletida, que pode ser percebida pelas diferentes camadas em que emerge como água, terra, pele, tecidos quanto o contexto pandêmico percebido pelas atmosferas das cidades de Recreio-MG e Rio de Janeiro-RJ. O contraste entre os tons que variam do preto ao branco também destacam o reflexo da luz nas imagens e aproximam o refletir das superfícies em que incide a luz à reflexão das pessoas retratadas nas fotos, que aparecem em sua maioria sozinhas, de costas, exercendo atividades de introspecção e silêncio, indo de encontro ao movimento de voltar-se para dentro, tão comum nesse momento de pandemia. Da mesma maneira, as imagens refletem um momento particular de retorno ao interior, em que estive de volta à cidade de minha infância, nos meses iniciais da pandemia. Acredito que as imagens literalmente jogam luz à sentimentos comuns a muitos de nós e à realidade atual em que vivemos, traduzida por exemplo pela saudade, pelo desejo de estar junto, pela percepção da natureza e do tempo e o reencontro consigo mesmo.