geslline giovana braga  |  CAMPO LARGO, PR

Cortilha

Encantar-se com o reflexo ao ponto de descartar o referente como fuga em cor da realidade. Produzo imagens dissoantes para devolver a fotografia o aprazível da contemplação, sugerindo em tal ato a utopia de fabular um outro mundo visível. Um dos ícones da paisagem urbana de Curitiba, até pouco tempo, eram os orelhões e as cúpulas da Rua da Flores em acrílico roxo, ao dissolver o mobiliário urbano em seus reflexos também sugiro uma discussão sobre a fluidez da materialidade através do tempo e a dissolubilidade do indivíduo na cidade.