Fabio Hideki Anami  |  Londrina, PR

Esperança diante ao caos

Como arquiteto sempre me questionei sobre o abandono os edifícios em estado inicial, e essas construções em sua maioria de grande escala, cria um grande elefante branco em meio a cidade, me indigna construções públicas em estado inicial abandonado que ficam anos e anos sem mesmo receber uma manutenção, servindo de moraria a quem não ter para onde ir, pessoas como Ricardo que veio de outra cidade em busca de um lugar para trabalhar, e não consegue devido a pandemia, não só ele como muitas outras pessoas encontraram um abrigo em meio a essas construções abandonadas. Eles encontram nesses lugares, um pouco de esperança diante ao caos, esperando que um dia possam se reerguer e conquistar seus sonhos.