Ricardo de Abreu Neves  |  Porto Alegre, RS

A fotografia como reflexo

A fotografia expande nosso horizonte. Nela visualizamos o mundo exterior que somos capazes de reconhecer e também a projeção de nossas experiências. Ela é, ao mesmo tempo, uma janela para novos mundos e o reflexo das nossas vivências. Este trabalho propõe a síntese destas duas visões, que se sobrepõem e se confundem na superfície única da fotografia. Todas as camadas, para dentro e para fora de nós mesmos, estão representadas em uma imagem plana. O que é janela e o que é espelho, o que está fora e o que está dentro, o que é mistério e o que é aparente, o que reconhecemos e o que desconhecemos, o que é íntimo e o que está exposto