micaela wernicke  |  São Paulo, SP

ressonante

Como exercitar o olhar para captar em uma única imagem, linhas que conectam a natureza ao corpo? O movimento se dá a partir dos reflexos que se desdobram em cores, texturas, curvas, gestos e afetos. A possibilidade de se estabelecer um pacto silencioso entre subjetividades que se confundem, que se atravessam e que se multiplicam nos dípticos. Uma única paisagem com infinitas possibilidades de deslocamento do olhar, que nasce de um singelo "lado a lado" e que nos faz ver uma única dança entre a natureza e o corpo.