Luiz Carlos do Couto Junior  |  Congonhinhas, PR

Da Paisagem Diáfana

A transparência dos vidros possibilitou a experimentação das imagens difusas frente a lente da câmera na criação da série “Da Paisagem Diáfana” realizada entre 2020-2021. A série nasceu durante caminhadas e percursos por jardins e amplos campos abertos pela paisagem natural. Fotografei os detalhes da paisagem e a ambiência direcionando o olhar para a copa das árvores e a luminosidade local, destacando os fragmentos e os resíduos das flores entre as folhagens e os ramos recém brotados com difusas camadas de verde e azul translúcido do céu fazendo tremeluzir as ondas de luz num transpassar de reflexos luminosos na superfície da fotografia com a passagem física de aproximação e distanciamento através das camadas do vidro. Longe de um olhar científico e microscópico que amplia ou disseca a natureza em partes, as fotografias apresentadas dilatam e avultam a paisagem e apresentam um onirismo, despertam uma imensidão íntima, uma duração para o interno. Reflexos de uma condução para o outro lado da natureza, vestígios da paisagem em vibração com o sentimento interior - movimento de fluxo/reflexo. - Outono, 2021. E-mail: luyzcouto@gmail.com