Votar neste projeto

jeannine krischke  |  PORTO ALEGRE, ES

As Cores da Água

AS CORES DA ÁGUA Jeannine Krischke Arte contemporânea com suporte em fotografia digital autoral Fineart. Projeto com foco ecológico, que através das criações estéticas valoriza a biodiversidade e visa sensibilizar o olhar para a água como fonte essencial e universal da vida, em interação com os demais elementos nos diversos Biomas Brasileiros, e visa alertar para a importância da água, que nos constitui no micro e macro cosmos, e envolve o mundo na e para a manutenção da vida. Na série AS CORES DA ÁGUA, a água passa de cenário a personagem e fonte de inspiração de experiências estéticas, fruto da construção de poéticas visuais criadas pela artista, ao registrar as variações de luzes e reflexos, ao olhar para as águas em sua diversidade de estados, cores e formas em seu mimetismo mágico com o contexto. Nosso projeto caminha artisticamente em direção aos pontos sensíveis do movimento da luz e das sombras, perspectivas, e do olhar no fugaz e no perene do lugar como produtores de imagens originais, que dançam nos limites entre o real e o imaginário. Exploramos a gama de tonalidades de cores pela incidência dos raios solares refletidos na água em diferentes momentos do dia. Encantada pelas texturas e ondulações que ela nos brinda em sua metamorfose, fruto de sua interação com a luz, com o vento e temperaturas, nos revelando simultaneamente uma rica paleta de cores e um leque de experiencias de plasticidade imensuráveis. As imagens de 1 a 4: (1) Reflexos da Aurora), (2) Espelho do Céu, (3) Tons do entardecer, (4) Reflexos do luar (5) Espelho da mata, foram captadas na reserva ecológica PROMATA * (incluída na reserva da biosfera da Mata Atlântica) no intervalo de 24 horas de observação do lago, extraindo dele mensagens que enfatizam o papel da água como fonte poética e estética de inspiração paralela a sua missão ecológica de vida. As imagens (6) Neve na serra gaúcha capturadas em Gramado que faz parte do Bioma Mata Atlântica e as imagens (7) Chuva no Jardim de Lautrec e (8) Águas Impressionistas captadas no Bioma Pampa em Porto Alegre e (9) Espelho Amazônico, os reflexos da Ninfeias no lago do Parque Zoobotânico Emilio Goeldi, em Belém do Pará, parte do Bioma Amazônia e a (10) os Reflexos da obra de Oiticica mesclado a natureza , no lago do Jardim Botânico Inhotim em Minas Gerais parte do Bioma da Mata Atlântica. *PROMATA, Centro de Pesquisa e Conservação da natureza da PUCRS, São Francisco de Paula, RS, coordenadas 29027’ a 29o35’ de latitude sul e 50o08’ a 50o15’ de longitude oeste, altitude 1000 m, incluído na reserva da biosfera da Mata Atlântica.