Votar neste projeto

Cabanis Paul  |  Rio de Janeiro, RJ

-2019-

2019, um ano que revelou as fronteiras entre as comunidades brasileiras. Na favela da Rocinha, Mariana 16 anos, levou um tiro da policia durante uma operação há 8 meses. Ela não imagina seu futuro fora da sua favela, a fronteira da seu mundo é a passarela de São Conrado. Em Brasília, os povos originários reivindicam seus direitos. Dois mundos se encontram. A cultura colonial ainda esta forte no congresso, evidenciado pelo quadro exibido no escritório do senado federal. A fronteira entre comunidades indígenas e produtores rurais é um dos principais desafios do ano 2019. Na imagem do pregador mirim João Vitor Ota, a religião evangélica vai além das fronteiras sociais e cresce na sociedade brasileira.