Votar neste projeto

Isabela Mota  |  Rio de Janeiro , RJ

O Bicho Virtual

O Bicho Virtual trata-se de um projeto sobre a fronteira do real e o virtual, a partir da apropriação de filtros de realidade aumentada criados por usuários do Instagram. Os mecanismos de criação dos filtros de realidade aumentada foram disponibilizados ao grande público no mês de agosto deste ano, de maneira que qualquer pessoa pode facilmente criar um filtro de realidade aumentada para que outros usuários o utilizem. Ainda não se sabe quais as questões envolvidas com essa captação generalizada de reconhecimento facial em uma rede social controlada por uma empresa privada. De alguma forma há elementos de dominação nos traços identitários dessas faces. Quem é dono de uma tecnologia não possui nenhuma fronteira, a não ser a corrida pela nova tecnologia a ser inventada. Eu sinto como se essa tecnologia invadisse meu corpo e o tirasse de mim, ao mesmo tempo não consigo abandonar esse universo virtual. O que me fez perceber que esse trabalho faz parte de uma série de trabalhos que venho realizando nos últimos dois anos sobre minhas compulsões, nesse caso, a compulsão pelo celular. As imagens de autorretrato constroem, assim, uma narrativa em que eu uso a tecnologia ao me apropriar dela mas também sou dominada por utilizar compulsivamente suas artimanhas e mecanismos: para ser aquilo que gostaria de ser, para modificar o outro, para me mimetizar nos ambientes, para transformar minha própria imagem e ao mesmo tempo não viver a realidade. Cada filtro foi escolhido a partir de influências da história da arte, e colocados em composição de forma que demonstrem as capacidades de um bicho, como voar, se camuflar, se regenerar, se multiplicar, onde não há fronteira na anatomia humana e tampouco no consumo artificial do desejo. No resultado dessa fusão surge o bicho virtual, a fronteira entre o universo real e o virtual.