logo-site
Prix Photo
Val Souza (São Paulo, 1985) é mestre em dança pela Universidade Federal da Bahia, tem um trabalho predominantemente desenvolvido em performance. Chegou à sua prática artística por meio do estudo da filosofia, dos estudos culturais e de um forte interesse pela história e iconografia de mulheres negras, fato que impulsiona seu trabalho, sua prática incorpora fotografia, vídeo, e instalação por meio de uma exploração contínua da auto exposição e subjetividade. Em 2020 recebeu a Bolsa de Fotografia ZUM do Instituto Moreira Salles, em 2022 foi a vencedora e recebeu a menção honrosa do concurso Criativo Life Before colonialism da Place Africa/ Black Academy em parceria com Goethe Mannheim, no mesmo ano foi apontada como artista aposta pela Arte que acontece em 2023 foi uma das selecionadas para o programa nova fotografia MIS /SP Museu da Imagem e do Som de São Paulo.

Val Souza

BA
/
Val Souza
Brunno Covello - Prix Photo AF 2014

Estudos de Vênus #1Estudos de Vênus #1Estudos de Vênus #1

Uma mulher negra posando com diferentes gestos. Suas poses, enfatizam protocolos de feminilidade como beleza, erotismo e sexualização atuando propositalmente, produzem um jogo onde o observador se torna uma espécie de voyeur da intimidade que se estabelece.
A observação da repetição e ecos de alguns gestos e poses explora a dinâmica crítica das imagens difundidas e contidas nos arquivos das expedições científicas e artísticas de artistas franco-alemães, bem como as possibilidades de compreensão intersubjetiva das iconografias e da projeção dessas imagens. O estudo dos Cartés de Visité, nos fornece indicios importantes para enteder o processo de iconização das imagens de mulheres negras. Tais imagens produzidas no século XIX, chamam a atenção tanto pela qualidade estética, sua potência enquanto agência, a capacidade de produzir sentidos, de convocar diferentes apropriações e usos, e, finalmente pelas discussões em torno e pelas camadas de produção delas. Através do estudo das características formais presentes nessas imagens como: enquadramento, posição das mãos, poses corporais e/ou cores saturadas, que esta série estuda a construção da pose como agente capaz de construir uma autoimagem.
logo-site